Sábado, 12 de Dezembro de 2009

A memória

A memória é traiçoeira e nem sempre joga a nosso favor.

Acho que deve de haver assim uma memória diabinho e outra anjinho como nos cartoons quando aparece a consciência boa e a perversa.

Existem aquelas recordações que são boas, outras que não são boas mas que nos ajudam a esquecer através da raiva e depois todas as outras que estão gravadas cá dentro e que fazem com que esquecer seja impossível, já que nem sequer consigo entender.

E a minha veio de uma conversa super banal com um colega de trabalho que nem faz a mais pálida ideia da dor que aquela conversa tão inocente acabou por despoletar.

Falávamos de sabores de café porque tanto ele como eu temos uma máquina da Nespresso, e ao dizer-me que tinham saído novos aromas café com bolacha e café com castanhas, lembrei-me de como me tinhas dado a experimentar café com cardamomo (especiaria).

E hoje ao passear na Fnac dei comigo a ver os pacotes das X-Files e os livros de culinária, bem como o livro que a tua filha te pediu para o Natal.

Ás vezes penso como é estranho que não nos encontremos na rua, afinal vivemos na mesma terra (que não é assim tão grande).

Confesso que tenho passado os últimos tempos a olhar por cima do ombro com receio de te encontrar. Deixei de frequentar o café onde íamos os dois; no entanto agora acho que gostava de te encontrar.

É que eu tenho esta mania de enfrentar tudo de frente.

Gostava de te olhar nos olhos.

Gostava de perceber.

Gostava de ver se irias fingir que não me conheces, e gostava saber o que iria sentir ao ver-te.

Infelizmente para mim não te tenho raiva, só muita mágoa.

 

 

Adoro esta música...

sinto-me:
vivido por umdiadepoisdooutro às 21:53
link do post | diz lá... | favorito
2 comentários:
De Joana a 15 de Dezembro de 2009 às 03:49
Acho que temos sem duvida algo em comum ... Eu tambem sou do genero de mulher de "agarrar o touro pelos cornos " ( desculpa a expressao ) , enfrento tudo de frente . Nao gosto de fugir dos meus problemas mas as vezes mais vale passar ao lado deles ... Sei como é essa sensação de tentar perceber o porquê mas sinceramente apesar da minha curta experiência nao vale a pena ! ... o ideal é mesmo nunca mais se ver essa pessoa ..
Ps : acho deveras parvo eu dizer te isto quando eu propria faço o mesmo mas lá está a minha incongruencia a misturar o que sinto com o que penso :(
Beijos Joana

2PS: li algures nos teus post anteriores que gostas de filmes lamexas .... bem vê o tre metri sopra il cielo ...è um daqueles filmes que nos fizeram acreditar no amor...
De Karina a 9 de Julho de 2010 às 04:31
Também me encantaria encontrar com ele pelas ruas, num acaso. Num sopro de destino. Ve-lo rapidamente conferir os olhos e o sorriso. Sentir o seu perfume solto pelo ar. E ver se diminuiam as saudades...

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Dias recentes

"Clássico"

...

...

Por aqui...

Natal é...

Rendi-me!

reflexões

não te quero largar mais....

Férias...

Livros

Dias passados

Dezembro 2015

Outubro 2013

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

tags

todas as tags

favoritos

Um escândalo digno dos ta...

Memórias dos Pantufinhas ...

Em nome do Pai...

Sobreviver aos primeiros ...

Manual da Mulher Resolvid...

Testemunhos XXII

Como os empregos

Nudez

Adeus

Coisas do amor

Outras visões do mesmo Mundo

blogs SAPO

subscrever feeds