Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009

Nunca é tarde

Há siituações na vida que se não fossem trágicas seriam cómicas e depois há também aquelas que roçam o improvável e o surreal e que só nos podemos mesmo rir de tamanha estranheza.

Acho que tem um nome, a condição em que as pessoas mentem de tal forma bem que elas próprias se convence de que estão a falar verdade, e chegam mesmo ao ponto de já não saber se estão a falar mentira ou não. Falta de escrúpulos?! Deve ser isso.

 

O último mês tem sido para mim como que um curso intensivo em adaptação.

Como reagir quando nos puxam o tapete debaixo dos pés, ou como diz um amigo meu, deram-te uma bofetada de um lado e ainda não te tinhas bem indireitado e já te estavam a dar outra do outro lado.

Mas como nunca é tarde demais para aprender, ainda bem que me increvi ainda que involuntáriamante neste curso, porque neste momento sinto-me verdadeiramente a mudar.

A deixar cair partes de mim que não interessavam a ver-me livre de situações indesejáveis e pessoas que não me serviam e sinto-me muita mais leve. Estou pronta para seguir em frente.

The truth will set you free - não há nada mais verdadeiro.

A verdade pode ser dura, afida como mil facas e causar muita dor, mas nem toda a gente tem a capacidade de lidar com a verdade.

Nem de ouvir as duras verdades olhos nos olhos, nem de falar verdade, nem de se comprometer com ela.

Pois eu orgulho-me de ter um grande compromisso interior com a verdade e a sinceridade.

As piores verdades de ouvir são aquelas sobre nós próprios, porque é muito fácil de dizer aos outros as verdades mas é muito doloroso ouvir certas verdades sobre nós próprios.

E eu passei o teste.

Felizmente tenho grandes amigos que por serem isso mesmo têm a coragem de me dizer tudo aquilo que eu não quero mas preciso ouvir.

Obrigado a todos por erem sido duros comigo.

E neste momento, sabendo a minha verdade, aquilo que tenho de mudar dentro de mim, e a verdade de toda a situação, sinto-me livre, leve.

 

 

 

 

 

 

sinto-me:
vivido por umdiadepoisdooutro às 07:26
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


mais sobre mim

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Dias recentes

"Clássico"

...

...

Por aqui...

Natal é...

Rendi-me!

reflexões

não te quero largar mais....

Férias...

Livros

Dias passados

Dezembro 2015

Outubro 2013

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

tags

todas as tags

favoritos

Um escândalo digno dos ta...

Memórias dos Pantufinhas ...

Em nome do Pai...

Sobreviver aos primeiros ...

Manual da Mulher Resolvid...

Testemunhos XXII

Como os empregos

Nudez

Adeus

Coisas do amor

Outras visões do mesmo Mundo

blogs SAPO

subscrever feeds