Sábado, 26 de Setembro de 2009

Pirâmide das necessidades de Maslow

 

 

 

 

"Necessidades de Maslow:

  1. Necessidades Fisiológicas. São as necessidades básicas para o ser humano, como comer, beber, dormir e respirar.
  2. Necessidades de Segurança. São as necessidades de ter segurança em vários aspectos da sua vida. Ter segurança para a sua liberdade, asseguradas pelo Estado. São aqui também incluídas a segurança no emprego e na saúde.
  3. Necessidades Sociais. Amor, afecto, amizade de pertencer a um grupo de pessoas, familiares ou não, que lhe proporcionam estes sentimentos.
  4. Necessidades de Estima. O reconhecimento por nós próprios e pelos outros, das nossas capacidades e contributo para melhorar o bem estar da sociedade.
  5. Necessidades de Auto-Realização. Atingir tudo aquilo que sonhou e tornar-se tudo aquilo que pode ser. Desenvolver as nossas capacidades e sentir o crescimento pessoal diariamente.

Como se vê, o dinheiro é importante para satisfazer as necessidades básicas e de segurança, mas a partir daí tem a ver com o interior de cada pessoa. Por isso é que existem pessoas com dinheiro, para satisfazer as suas necessidades básicas, que depois são infelizes porque o dinheiro não compra as necessidades mais elevadas."

 

No outro dia tive uma conversa sobre este assunto. Já tinha ouvido falar, ou lido acerca algures, mas não me recordo se conhecia todos os níveis e o que envolvem.

Realmente, comer, beber, dormir, respirar, são verdadeiramente aquelas necessidades básicas que muitas pessoas, felizmente, nem se apercebem de que são realmente as mais básicas necessidades. É claro que depois aqui entra o factor monetário, porque é necessário dinheiro para comer, para ter onde dormir, o que nos leva à segurança no emprego e por aí fora.

Para mim as necessidades do nível 3 sempre foram quase tão importantes como as de nível 1. O Amar e ser amado; o ser aceite; pertencer, mas talvez porque analisando bem as coisas nunca tenha verdadeiramente sentido as necessidades básicas como coisas pelas quais tinha de lutar arduamente.

Realmente não deixa de ser verdade e já o diz a sabedoria popular: " casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão", ou seja não há lugar para amor quando não existe o mais básico, pão para sobreviver.

Peço desculpa a quem achava que daqui sairia uma conclusão profunda...

Limito-me paenas a pensar em "voz" alta.

Da forma como as coisas me andam a correr ultimamente os níveis 2 e 1 começam a ter um peso cada vez maior.

Se calhar devia dizer isto ao meu chefe, se ando constantemente com uma espada sobre a minha cabeça como acha ele que consigo atingir o nível 5?!

E com esta me vou!

 

vivido por umdiadepoisdooutro às 21:02
link | diz lá... | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Dias recentes

"Clássico"

...

...

Por aqui...

Natal é...

Rendi-me!

reflexões

não te quero largar mais....

Férias...

Livros

Dias passados

Dezembro 2015

Outubro 2013

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

tags

todas as tags

favoritos

Um escândalo digno dos ta...

Memórias dos Pantufinhas ...

Em nome do Pai...

Sobreviver aos primeiros ...

Manual da Mulher Resolvid...

Testemunhos XXII

Como os empregos

Nudez

Adeus

Coisas do amor

Outras visões do mesmo Mundo

blogs SAPO

subscrever feeds