Terça-feira, 1 de Julho de 2008

"O Amor não espera à porta" - Marisa de Los Santos

 

No momento em que Martin Grace põe o pé na “casa de café” de Filadélfia que Cornelia Brown dirige, a vida dela muda para sempre. Solto e charmoso, cara chapada de Cary Grant, Martin deixa Cornelia nas nuvens. Porém, no fim de contas, Martin será mais o mensageiro da mudança do que a própria mudança… Entretanto, do outro lado da cidade, Clare Hobbes, uma menina de onze anos de idade, é obrigada a sobreviver por conta própria, depois de a mãe, cada vez mais perturbada, ter uma crise e desaparecer. Inspirada em muitos órfãos das histórias que leu, Clare consegue ter coragem para procurar o pai. Quando pai e filha aparecem no café, Cornelia e a menina criam uma ligação tão inesperada quanto profunda. Juntas descobrem que o essencial na vida é sabermos ao certo o que amamos e porquê. Marisa de los Santos escreve com uma minúcia cheia de delicadeza, capaz de trazer à luz as perdas e as alegrias da vida.

 

 

Terminei ontem de ler este livro.

Passou automaticamente para a listagem de "livros da minha vida".

É uma história de AMOR, nas suas mais variadas vertentes. Não é uma história óbvia, e nada de óbvio e vulgar existe no AMOR.

É uma história que mexeu com as minhas emoções, que me deixa com um sorriso nos lábios e com o "coração quentinho".

Esta escrito num estilo bastante original, misturando alusões cinéfilas e musicais para descrever sentimentos e emoções das várias personagens.

Deixo abaixo dois parágrafos do último capítulo, que para mim resumem toda a emoção deste livro:

 

"...Acreditava que todos eles tinham alcançado os desejos do seu coração, ou estavam em vias de os alcançar. Eu acreditava que o processo de alcançar esses desejos era a vida.

Mas nos meses que se seguiram à graciosa entrada de Martim Grace no Café Dora, percebi que uma vida a sério não significava alcançar os desejos do meu coração, mas antes saber quais são esses desejos. Não era a satisfação, mas a procura. Saber o que amamos e porquê, isso é que é a sério."

 

 

"Saber o que amamos e porquê, isso é que é a sério...."

 

 

sinto-me:
vivido por umdiadepoisdooutro às 09:08
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


mais sobre mim

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Dias recentes

"Clássico"

...

...

Por aqui...

Natal é...

Rendi-me!

reflexões

não te quero largar mais....

Férias...

Livros

Dias passados

Dezembro 2015

Outubro 2013

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

tags

todas as tags

favoritos

Um escândalo digno dos ta...

Memórias dos Pantufinhas ...

Em nome do Pai...

Sobreviver aos primeiros ...

Manual da Mulher Resolvid...

Testemunhos XXII

Como os empregos

Nudez

Adeus

Coisas do amor

Outras visões do mesmo Mundo

blogs SAPO

subscrever feeds