Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008

PARABÉNS!!!!

Pois é, o Um dia depois do outro faz hoje um aninho de existência.

Começou por ser um diário, mas tem-se tornado mais abrangente...

Penso que aenas o é desta forma, porque eu também o sou: tenho vários interesses, vários motivos de preocuação; nunca consigo pensar em só um assunto de cada vez.

Como diz um grande amigo meu, tenho uma misturadora em vez de cabeça, LOL.

Para mim o saldo tem sido positivo, por isso vou continuar por aqui a partilhar com quem me quiser ler, os meus sentimentos, as minhas leituras, as visões do meu Mundo.

 

Parabéns!!!

 

 

Obrigado a todos.

música: Parabéns a você...
tags:
vivido por umdiadepoisdooutro às 11:11
link do post | diz lá... | ver comentários (6) | favorito

"O clube de Macau" - Pedro Rosado

 

"Macau, 1984: um juiz (o futuro procurador-geral da República), três policias, um médico, e um apresentador de televisão formam um bordel secreto a que chama o Clube de Macau, recorrendo a adolescentes chinesas dispostas a pagar o preço mais elevado para fugirem da China para o Ocidente. Quando uma delas é assassinada, o Clube de Macau dissolve-se.
Mas, vinte anos mais tarde, em Lisboa, os membros do antigo Clube de Macau vão voltar a encontrar-se quando a ambição do procurador-geral de querer ser Presidente da República se cruza com o escândalo de pedofilia que abalou o país. E, desta vez, não é o prazer que os espera mas uma guerra sem tréguas. "

 

 

Gostei!

Dá que pensar.

 

tags:
vivido por umdiadepoisdooutro às 11:08
link do post | diz lá... | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 20 de Agosto de 2008

ProGEO

Recebi esta informação da Associação Portuguesa de Geólogos, e que divulgo aqui:

 

 

 

"A GEOLOGIA ESTÁ DE PARABÉNS
 
 
            Ainda não há duas semanas, mais precisamente a 24 do mês de Julho, foi publicado, no Diário de República, o Decreto-Lei 142/08, que substitui, entre outros diplomas legais, o meu bem conhecido D-L 19/93, de 23 de Janeiro.
Como era hábito entre nós, o texto inicial deste documento, em boa hora colocado à discussão pública, em Março passado, não tinha em devida conta a componente geológica na estratégia nacional visando a conservação da natureza. A redacção desta proposta mereceu a melhor atenção dos responsáveis do Grupo Português da Associação Europeia para a Conservação do Património Geológico, “ProGEO”que, de pronto, elaborou um parecer circunstanciado que enviou ao Secretário de Estado do Ambiente, Prof. Humberto Rosa, no qual se explanava um conjunto alargado de sugestões e recomendações.
Para grande satisfação da comunidade dos geólogos portugueses, podemos verificar que a maior parte dessas sugestões e recomendações foram aceites e introduzidas no dito D-L 124/2008. No dizer dos colegas do ProGEO, aos quais junto a minha voz, fica garantida, pelo menos na letra da lei, a protecção do nosso importante e variado Património Geológico, além de que fica aceite e bem expresso o conceito de Geoparque. Lamentamos, todavia, a não incorporação, neste e em demais diplomas legais, do conceito de geodiversidade, num tratamento discriminatório e injusto face à importância conferida à biodiversidade.
No meu tempo de escola primária aprendia-se que a Natureza era composta por três Reinos: o Animal, o Vegetal e o Mineral. Hoje fala-se muito (e ainda bem) de biodiversidade e muito pouco (infelizmente) de geodiversidade. Pelo primeiro destes conceitos deve entender-se o conjunto dos seres que connosco povoam o mundo que conhecemos, sem esquecer os muitos mais que aqui surgiram e se extinguiram ao longo da história da Terra, num percurso de cerca de 3 800 milhões de anos. O outro conceito, o de geodiversidade, abarca a parte restante do planeta, a que não tem vida, e nessa parte encontram-se as rochas e os minerais, os fósseis (testemunhos mineralizados da biodiversidade desaparecida), os vulcões e as montanhas, os mares os rios e os lagos, os desertos, os glaciares, etc. Estando, e bem, aceite que a biodiversidade é parte integrante da natureza, não podemos esquecer que a geodiversidade é a outra parte.
A actual designação do “Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade”, imposta pelo Decreto-Lei 130/07, além de ser prova do tratamento discriminatório atrás referido, é, no mínimo, desnecessária, redundante e logicamente ridícula, como oportunamente escrevi (Público, de 05-05.07). Foi esta a minha apreciação e continua a sê-la, até que alguém me explique o que tenho por inexplicável. Retirar a biodiversidade do âmbito da natureza – que é o que, logicamente, se deduz do actual nome do que foi bem mais correctamente chamado Instituto de Conservação da Natureza – é, como então escrevi, o mesmo que retirar o sobreiro do montado, o bacalhau do conjunto dos peixes, o papagaio do das aves, os morcegos do dos mamíferos, os jornais do da comunicação social, os filhos ou os pais do da família e por aí adiante, num nunca mais acabar de disparates.
          Mas voltando ao Decreto-Lei em causa nesta crónica, afirmam os responsáveis do ProGEO e autores do referido parecer, que este documento vem colmatar uma lacuna que existia na legislação portuguesa relativamente ao Património Geológico, aproximando Portugal dos países mais desenvolvidos neste domínio, uma afirmação que corroboro inteiramente.
          Estão de parabéns os defensores da geoconservação e a actual Secretaria de Estado do Ambiente.
Lisboa, 04.08.08
A M Galopim de Carvalho"
 

 

sinto-me: Geóloga
vivido por umdiadepoisdooutro às 12:23
link do post | diz lá... | favorito
Terça-feira, 19 de Agosto de 2008

"Call off the search" - Katie Melua

I won't spend my life
Waiting for an angel to descend
Searching for a rainbow with an end
Now that I've found you I'll call off the search
And I won't spend my life
Gazing at the stars up in the sky
Wondering if love will pass me by
Now that I've found you I'll call off the search

Out on my own
I would never have known this world
That I see today
And I've got a feeling
It won't fade away

And I won't end my days
Wishing that love would come along
Because you are in my life where you belong
Now that I've found you I'll call off the search
INTERLUDE
Now that I've found you I'll call off the search [x2]

 

 

Adoro esta música.

 

 

sinto-me: Em paz
vivido por umdiadepoisdooutro às 11:43
link do post | diz lá... | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 14 de Agosto de 2008

Dia não

Há dias assim...

Dias que se arrastam; dias em que nada acontece, em que o ponteiro dos minutos parece que parou.

Dias em que a solidão espreita no meio da multidão.

Dias em que o telefone não toca; em que não chegam emails...

Dias em que parece que o Mundo se esqueceu de que ainda aqui estamos.

E geralmente esses são os dias em que não queríamos nada ser esquecidos.

Há dias em que parece ser tão óbvia a nossa súplica e no entanto ninguém a ouve.

Felizmente que estes dias também só têm 24h. Geralmente o feitiço quebra-se com uma noite de sono, ou então com o beijo do tal príncipe encantado.

Como o meu principe deve de andar algures perdido à procura de mim (bela donzela e tal - não admira que nunca mais me encontre, naõ podia estar mais equivocado, LOL), espero sinceramente que a tal noite de sono quebre o mau olhado. Só me restam esperar umas 10 horitas...

 

Dúvida existêncial: será que estou a sofrer do síndrome de desejo reprimido por não ter comido a tal fartura ontem?

Hummm....

 

sinto-me: em dia não
vivido por umdiadepoisdooutro às 15:07
link do post | diz lá... | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 13 de Agosto de 2008

Quentinhas com açucar e canela...

Não há Festa sem elas...

E por muito que eu saiba que só de olhar vou ganhar umas 500 000 calorias, hoje não quero mesmo saber...

É que assim como as Bolas de Berlim com creme só me sabem bem na praia, as Farturas só me sabem bem em noites de Festa e Arraial, e hoje vou comer uma.

 

 

Amanhã logo a "gasto" no ginásio, lol.

 

sinto-me: a salivar...
vivido por umdiadepoisdooutro às 16:40
link do post | diz lá... | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 12 de Agosto de 2008

...

"O corpo não espera. Não. Por nós
ou pelo amor. Este pousar de mãos,
tão reticente e que interroga a sós
a tépida secura acetinada,
a que palpita por adivinhada
em solitários movimentos vãos;
este pousar em que não estamos nós,
mas uma sêde, uma memória, tudo
o que sabemos de tocar desnudo
o corpo que não espera; este pousar
que não conhece, nada vê, nem nada
ousa temer no seu temor agudo...

Tem tanta pressa o corpo! E já passou,
quando um de nós ou quando o amor chegou."

 

Jorge de Sena

sinto-me:
tags:
vivido por umdiadepoisdooutro às 13:00
link do post | diz lá... | favorito
Sexta-feira, 8 de Agosto de 2008

Em Festa!

A minha Santa terrinha, assim como muitas outras por este Portugal a fora, está em Festa por estes dias.

A oferta vai desde desfiles de moda, arraiais, procissões e as tão esperadas largadas de touros.

É que Arruda dos Vinhos fica meio entalada entre a Região Oeste e o Ribatejo, e apesar de já fazer parte da Região Oeste, sofre muitas influências culturais Ribatejanas uma delas o grande amor á Festa Brava.

 

Deixo aqui o link para fazer o download do programa das Festas em Honra de Nossa Senhora da Salvação, e mais abaixo o link para a página do Concelho, que bem merece uma visita.

 

 

 

 

Arruda dos Vinhos

 

 

sinto-me: em FESTA
vivido por umdiadepoisdooutro às 12:30
link do post | diz lá... | favorito
Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008

Afinal até gosto...

 

Ofereceram-me este cd.

Eu até conhecia uma das músicas de passar na rádio, e até gostava.

Ouvi uma vez e pensei, nah, não é o meu estilo - muito Frank Sinatra.

E confesso que não o voltei a ouvir.

Passado uns tempos trouxe-o para o escritório porque o meu chefe é fã, e ouvi pela segunda vez.

Não sei se foi de estar num estado de espírito diferente, mas pensei: até se ouve bem, é relaxante...

Hoje ouvi pela terceira vez e rendi-me, afinal até gosto.

Pode dizer-se que não foi amor à primeira "audição", mas que aprendi a gostar.

Primeiro estranha-se e depois... entranha-se.

sinto-me: neste estado mas sem o cigarro
música: "Everything"
vivido por umdiadepoisdooutro às 15:00
link do post | diz lá... | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 5 de Agosto de 2008

"Enzo" - Garth Stein

"Enzo sabe que é diferente dos outros cães: é um filósofo quase com alma humana. Através do dono, Denny Swift, um piloto de automóveis amador, Enzo adquiriu profundo conhecimento da condição humana, e sabe que a vida, tal como as corridas, não se limita simplesmente à velocidade. Na véspera de ser abatido, Enzo faz um balanço da sua vida, relembrando tudo o que ele e a família passaram: os sacrifícios de Denny para obter o sucesso profissional; a perda inesperada da mulher, Eve; a batalha de 3 anos para ficar com a custódia da filha. No fim, apesar daquilo que sabe serem as suas limitações, Enzo acaba por conseguir preservar a família Swift, guardando no seu coração o sonho de Denny em se tornar piloto profissional, com a filha Zoë ao seu lado. Tendo aprendido o que é preciso para ser uma pessoa com compaixão e com êxito, o sábio canino mal pode esperar pela sua outra vida, em que tem a certeza de que irá regressar como ser humano. Uma comovente mas extremamente divertida história de amor, família, lealdade e esperança. Enzo, é um belo e cativante olhar para as maravilhas e para as coisas absurdas da vida humana? como só um cão poderia narrar."

 

Adorei.

É uma história muito comovente, que me levou de facto a pensar na sorte que tenho em ser um Ser Humano, falante e capaz de demonstrar as minhas emoções.

Pena que nem sempre utilizemos essas nossas capacidades.

Para além de ficar a saber o que sente e pensa o melhor amigo do homem (juro que não duvido que seja mesmo assim), LOL, gostei também bastante dos paralelismos que o autor estabelece entre a Vida e as corridas de automóveis.

Recomendo.

 

 

 

tags:
vivido por umdiadepoisdooutro às 10:10
link do post | diz lá... | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Dias recentes

"Clássico"

...

...

Por aqui...

Natal é...

Rendi-me!

reflexões

não te quero largar mais....

Férias...

Livros

Dias passados

Dezembro 2015

Outubro 2013

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

tags

todas as tags

favoritos

Um escândalo digno dos ta...

Memórias dos Pantufinhas ...

Em nome do Pai...

Sobreviver aos primeiros ...

Manual da Mulher Resolvid...

Testemunhos XXII

Como os empregos

Nudez

Adeus

Coisas do amor

Outras visões do mesmo Mundo

Os que acompanham os meus dias

Free Counter
Free Counter
blogs SAPO

subscrever feeds