Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Acordar

5 de Copas
 
momento de encarar os fatos

O 5 de Copas é o seu arcano do aconselhamento nesta tiragem, Mafalda, e vem para lembrar deste momento como sendo importante para que você possa ver as coisas que você evitava ver. Chega de ilusões auto-impostas! Por mais dolorido que seja, é hora de identificar o que precisa ser mudado e parar de projetar expectativas excessivas nos outros, afinal isso não é justo nem com você, nem com os outros. Confronte-se com os fatos, ainda que uma parte sua evite tacitamente fazê-lo, por puro medo de sofrer. Lembre-se que sofremos mais ainda quando insistimos em histórias que não dão certo. A maior parte de nossos sofrimentos deriva de insistências tolas que fazemos, a despeito de todos os conselhos em contrário.

Conselho: Só nos enganamos quando queremos. Acorde!

 

Esta noite tive um pesadelo, sonhei contigo e sonhei que eras mesmo uma pessoa sem escrúpulos que simplesmente se lembrou de que se podia divertir e passar uns bons momentos à custas dos sentimentos de outra.

No sonho admitia-lo, coisa que nunca tiveste coragem de o fazer na vida real. Acho que nem é falta de coragem, é simplesmente porque eu nunca fui importante, nem sequer como pessoa. E apesar de sempre teres dito que gostavas de mim e que tinhas consideração por mim, não passaram de meras palavras de alguém que está tão habituado a mentir que por vezes até tem dificuldade em distinguir a verdade da mentira (são palavras tuas).

Pois bem, acho que o meu subconsciente quiz mostrar-me o que conscientemente tenho tido dificuldade em encarar.

É dificil acordar mas é necessário.

Cortar os fios que ainda prendem o meu coração ao teu.

Porque eu não desisti do Amor, de voltar a Amar.

Acordei!

vivido por umdiadepoisdooutro às 09:47
link do post | diz lá... | favorito
|
15 comentários:
De Anónimo a 18 de Janeiro de 2010 às 19:28
Vive um dia de cada vez ...
De umdiadepoisdooutro a 18 de Janeiro de 2010 às 22:25
Ora aí está algo que me tento comprometer a fazer e que acabo por meter os pés pelas mãos.
Obrigado pelo conselho, quem quer que sejas.
De Anónimo a 19 de Janeiro de 2010 às 01:28
http://www.youtube.com/watch?v=VntvgKOD0-0
De umdiadepoisdooutro a 19 de Janeiro de 2010 às 11:51
Xutos sempre!
Podias apresentar-te...
De Anónimo a 21 de Janeiro de 2010 às 18:19
Zé Gato!...
De umdiadepoisdooutro a 21 de Janeiro de 2010 às 22:59
"Quem ês tu Zé Gato?!
O que é que te faz correr,
pelos cantos mais sujos
desta terra... qualquer coisa assim se bem me lembro...
Com que então Zé Gato, sim senhor, é da altura certa.
De Zé Gato a 21 de Janeiro de 2010 às 23:34
http://www.youtube.com/watch?v=R8vmyTUWQEk
De umdiadepoisdooutro a 22 de Janeiro de 2010 às 00:39
Pois!
Acabei por colocar esse vídeo no meu último post.
Lembro-me de ver esta série e de achar violenta, mas agora ao ver as imagens parecem tão forçadas. Pudera, após CSIs, e tal ...
De HomemdoLeme a 18 de Janeiro de 2010 às 23:49
Amiga,

agora fiquei triste. Sabes porquê? Porque vejo que ainda não acordaste o suficiente. Escreveres a um traste???!!!!!! Dirigires as tuas palavras, perderes o teu tempo a escrever para alguém que pura e simplesmente brincou com o que de mais profundo o ser humano tem (quando tem): os sentimentos???!!! Pois é, precisas mesmo de cair da cama, dar um grande trambolhão e acordar de vez. Enfim, és como és, mas é por isso, por seres tão pura que utilizam os teus sentimentos. Esse traste não merece nem uma resposta aos comentários anónimos que te deixa.

Mas tu lá sabes como queres desperdiçar o teu tempo.

Um beijo grande. Sabes que te adoro.
De umdiadepoisdooutro a 19 de Janeiro de 2010 às 00:24
E eu adoro-te a ti, e agradeço todos os dias ter-te reencontrado.
Hoje foi um dia em que voltei a vacilar. Felizmente vão sendo cada vez mais raros.
Tenho este mau hábito de ter sentimentos profundos.
Também acho que ste anônimo é quem tu pensas que é...
De Alguem_que_sabe_o_que_diz a 19 de Janeiro de 2010 às 11:30
Quando me sinto mais em baixo acabo sempre por vir aqui á página da Margaria...Acho que depois de ler vou ficando melhor! Hoje decidi ver que o que é que tinhas escrito recentemente.

Em relação ao conselho que deste não estou plenamente de acordo, no livro da Margarida tinha lá uma passagem que dizia:"Apaixonamo-nos por aquilo que não conhecemos e amamos aquilo que conhecemos", pois bem acho que ás vezes a paixão é tanta que cega-nos e ai nem nos apercebemos que nos magoam, pensamos que somos meros humanos e cometemos erros como toda a gente. Podemos criar um muralha a nossa volta e não deixar que ninguém se aproxime o suficiente para nos magoar, mas assim ñão estaremos a ser verdadeiros, porque não estamos a viver a vida a 100%. A Vida tem de ser vivida com as alegrias e com as tristezas, até mesmo que para isso tenhamos de bater lá em baixo bem no fundo, eu sei, e acredito que todos voltamos à realidade. Um dia abrimos os olhos....:)

O teu sonho foi estranho, o nosso subconsciente ás vezes transmite-nos cada coisa...por vezes realidades que no nosso estado normal nos custa a fazer acreditar.

Gostei especialmente da frase:"Cortar os fios que ainda prendem o meu coração ao teu."

Adoro a maneira como escreves...e ler aquilo que escreves traz-me paz...

Beijos



De umdiadepoisdooutro a 19 de Janeiro de 2010 às 11:50
Obrigado, nem sabes como me fez sentir bem ouvir-te dizer que leres o que escrevo te traz paz, porque é isso mesmo que procuro ao escrever.
Procuro que as palavras espelhem e exorcizem a dor e a tristeza e que no final fique a paz.
Beijinhos
De Alguem_que_sabe_o_que_diz a 21 de Janeiro de 2010 às 14:10
Eu também sou um pouco como tu...já escrevi muito ao longo de anos, era quase impossivel escrever e não chorar mas no fim sentia-me tão leve e ai consegui dormir em paz.
Antes era capaz de não conseguir adormecer e ás tantas da noite lá vinha eu com o mp3 ponha uma música "triste" calminha que ao mesmo tempo me fizesse pensar e ficava ali nem que fossem tres horas a escrever a reler aquilo que escrevi e o mais engraçado é que no final tinha um leve sorriso nos lábios e conseguia dormir descansada.
Sempre gostei muito de ler e escrever alias acho que escrever quando estou feliz, custa-me...quando estou triste funciona como se conseguisse passar tudo o que tenho dentro do coração e volto a chorar...Mas no final fico bem e contente...e é isso que importa.

Concordo plenamente contigo...o objectivo sempre que escrevo é a PAZ....

Beijinhos
E nunca te deixes ir abaixo porque és mais forte do que aquilo que pensas!!!
De umdiadepoisdooutro a 21 de Janeiro de 2010 às 14:29
Olá,
eu também sempe escrevi como terapia, quando estou triste, quando me vou abaixo ou quando estou confusa.
Geralmente consigo ficar mais calma ou pelo menos onsigo organizar os meus pensamentos. Nem sempre consigo ficar feliz, mas geralmente fico mais calma.
Beijinhos e obrigada pela força.
De Alguem_que_sabe_o_que_diz a 21 de Janeiro de 2010 às 15:13
boa tarde...

Escrever ajuda um pouco de tudo...ás vezes conseguimos escrever sobre os nossos sentimentos do que falarmos com alguem...

Também feliz não quer dizer que os problemas tenham desaparecido mas sim pela sensaçao de leveza que sinto :D

Beijinhos

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Dias recentes

"Clássico"

...

...

Por aqui...

Natal é...

Rendi-me!

reflexões

não te quero largar mais....

Férias...

Livros

Dias passados

Dezembro 2015

Outubro 2013

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

tags

todas as tags

favoritos

Um escândalo digno dos ta...

Memórias dos Pantufinhas ...

Em nome do Pai...

Sobreviver aos primeiros ...

Manual da Mulher Resolvid...

Testemunhos XXII

Como os empregos

Nudez

Adeus

Coisas do amor

Outras visões do mesmo Mundo

Os que acompanham os meus dias

Free Counter
Free Counter
blogs SAPO

subscrever feeds