Terça-feira, 29 de Dezembro de 2009

Prenda de Natal

Este é o meu presente de Natal!

 

 

Amanhã (fingers crossed) estarei a dormir algures por ali.

Ao fim de 13 anos...

Londres foi o sítio onde me conheci, onde descobri quem sou, onde fui mais EU.

Depois voltei e deixei parte da minha força por lá algures deambulando pelas ruas de Londres ou por Hyde Park.

Muito mais que uma passagem de ano em Londres vou à procura de mim. Vou encher os pulmões de civilização; vou reunir forças para enfrentar o ano que aí está a chegar.

Sinto que este é o momento.

O primeiro dia do resto da minha VIDA.

Não vou formular resoluções de Ano Novo, mas sim resoluções de Vida NOVA.

Boas entradas para todos!!

Bem hajam!!

 

 

sinto-me:
vivido por umdiadepoisdooutro às 22:51
link do post | diz lá... | ver comentários (2) | favorito
|

...

28 a 3 de Janeiro de 2010

Carta do Dia

4 de Paus

A vida é demasiado curta para nos permitir interessar por todas as coisas, mas é bom que nos interessemos por tantas quantas forem necessárias para preencher os nossos dias. (B Russel)
Lá diz a pirâmide de Maslow que depois de satisfeitas as necessidades mais básicas é preciso avançar e avançar pressupõe que se faça com qualidade. Depois das necessidades fisiologias estarem resolvidas é preciso tratar da segurança, depois dos afectos e depois da autoestima. Em que degrau está? Importa pouco onde está, o que importa é para que degrau está a ir. Abra horizontes, abra alas, porque é preciso sair donde está. Pronto, já aprendeu o que tinha de aprender neste estágio, agora move on!

O 4 de Paus é uma carta muito sólida que indica uma fase bonita na sua vida, principalmente, na pessoal.
Se está emocionalmente disponível olhe à sua volta, veja as pessoas de forma mais profunda. Veja para além do que elas mostram. Seja mais perspicaz do que o costume. E claro, veja mais do que a beleza física que é a menos relevante. Bons encontros! E FELIZ ANO NOVO!
 

tags:
vivido por umdiadepoisdooutro às 10:42
link do post | diz lá... | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2009

So this is Christmas...

Até parece mentira que já se passou um ano desde o Natal do ano passado.

Que grande reviravolta levou a minha vida..

Mas como diz uma amiga minha, "a vida é mesmo assim, caímos, levantamo-nos e enquanto nos conseguimos manter de pé exite sempre a possibilidade de continuarmos a caminhar"!!

 

Desejo um excelente Natal a todos, com saúde e muito Amor.

 

 

sinto-me:
tags:
vivido por umdiadepoisdooutro às 22:31
link do post | diz lá... | favorito
|
Domingo, 20 de Dezembro de 2009

Brinquedos de hoje ou o pesadelo de uma mãe à procura de uma prenda

Não encontrei o Dragão!

Lá me decidi por um dinossauro de montar que traz um dvd explicativo dos habitats dos vários dinossáurios e etc. Vamos lá ver se o piolhito gosta e se não lhe oferecem mais uns quantos.

Fiquei decepcionada. Não lhe consegui comprar o que ele pediu. Dei umas 20 voltas a secção de menino do Continente e nada. Suspeito que não devia ter deixado para a última semana... Será que houve ruptura de stock?!

Sou só eu ou os brinquedos são todos meio horrorosos? Além de que apelam imenso à violência?!

Por outro lado vi uma série de brinquedos educativos, do tipo Explorador da Natureza e sobre o corpo humano, mas ainda são um pouco avançados para a faixa etária do meu filhote.

E depois, os miúdos "gostam" é dos Gormitti, que eu ainda não percebi muito bem que raio de coisas são aquelas que estão por todo o lado, em ovos de chocolate.. eu sei lá.

Hoje o filhote foi almoçar com o pai ( o que me permitiu ír aos brinquedos) e veio de lá com um livro do Ben Ten que aparentemente é um rapazinho que anda de viagem numa caravana e descobre um relógio extraterrestre. Muito à frente.

O que achei mais piada (NOT) foi o meu pirralho de 5 anos me ter dito, este é aquele livro que tu dizes que tem os bonecos horríveis e o pai comprou-me.

Estou feita.

Eu resisto, mas só eu é que resisto.

Bem vamos lá ver o que o Natal me reserva - oxalá o Pai Natal tenha bom senso.

Ai, ai...

sinto-me:
vivido por umdiadepoisdooutro às 22:33
link do post | diz lá... | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

Need fixing

Gosto desta música.

Hoje de manhã ouvi na rádio e prestei atenção à letra...

 

When you try your best but you don't succeed
When you get what you want but not what you need
When you feel so tired but you can't sleep
Stuck in reverse

And the tears come streaming down your face
When you lose something you can't replace
When you love someone but it goes to waste
could it be worse?

Lights will guide you home
and ignite your bones
And I will try to fix you

High up above or down below
when you're too in love to let it go
but If you never try you'll never know
Just what your worth

Lights will guide you home
and ignite your bones
And I will try to fix you

Tears streaming down your face
When you lose something you cannot replace
Tears streaming down your face and I

Tears streaming down your face
I promise you I will learn from my mistakes
Tears stream down your face and I

Lights will guide you home
And ignite your bones
And I will try to fix you


 

 

sinto-me:
tags:
vivido por umdiadepoisdooutro às 15:49
link do post | diz lá... | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

Dragão procura-se

Cheguei à conclusão de que me falta uma prenda de Natal - a mais importante, a do meu filhote.

Desde o Verão que ele me pede o filme da Idade do Gelo 3 (que já aqui foi tema de post) como prenda de Natal.

E eu toda contentinha que assim só tinha de puxar pela cabeça para comprar a prenda que o pai Natal lhe há-de oferecer...

Ora, trocaram-me as voltas.

É que o rapazito pediu o bendito filme a toda a gente para não correr o risco de não lho oferecerem e os meus pais compraram-no.

Mesmo assim e já o tendo visto à venda no supermercado tive de lhe prometer que se ninguém lho oferecesse pelo Natal eu lho compraria.

Até o pai Natal teve mais sorte que eu, que essa prenda já lhe comprei.

Agora fico a braços com a lista que inclui: um dragão com duas cabeças que deita fogo pela boca; um dinossauro com uma pinça para montar e um computador para brincar no carro.

Ora como não tenho andado com o mais Natalício dos espíritos nem sequer prestei atenção aos anúncios dos brinquedos nem onde se vendem.

Dizem-me que o tal dragão se vende no Continente.

Neste momento estou com um grave problema logístico, ou seja, tenho o filhote comigo este fim-de-semana, por isso só me sobra o dia 23 para ir à caça do tal Dragão.

Mãe sofre.

No meio de todas estas confusões que têm acontecido ultimamente na minha vida, confesso que o Natal tem estado a ser posto um pouco de parte. reflexo disso é a falta do presépio.

Acho que já não vou fazer o original e vou restringir-me às figuras principais: já não tenho tempo de ír apanhar o musgo.

Parece que ando dormente.

Tenho que preparar a casa, abastecer de lenha, pensar que doces vamos fazer, fazer a lista das compras, enfim... A véspera de Natal é já de hoje a uma semana e ainda me parece a anos luz de distância. Acho que eu é que estou numa outra qualquer dimensão paralela.

 

Vamos lá a atinar menina!!!

 

Será que é este?

vivido por umdiadepoisdooutro às 14:37
link do post | diz lá... | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Enough is enough

Ontem escrevi aqui em como já passaram dois meses, ou melhor só ainda passaram dois meses.

Eu não tenho a certeza se o tempo cura, se desvanece a dor e a lembrança, mas tento acreditar que pelo menos cria algum distanciamento e torna a convivência com a situação mais aceitável. Até que um dia conseguimos olhar para a situação e não ficar com o coração apertado.

A verdade é que a vida segue o seu curso.

Os dias passam impiedosos e há coisas a fazer, decisões a tomar.

É um luto.

Nem sempre me recordo do teu rosto; às vezes tenho de fazer mesmo um grande esforço para conseguir recordar os teus traços, mas depois de repente basta uma conversa ou ver algo e de bem cá do fundo salta uma memória ou recordação.

Assim é o processo, tenho ouvido dizer.

Por muito rídiculo e masoquista que possa parecer a verdade é quando se ama está-se sempre à espera de uma reviravolta miraculosa, em que a pessoa afinal não tenha sido tão mau carácter, nem tenha tido tanta falta de escrúpulos e que no fundo até nos ame, apesar de nos ter rejeitado.

Isto é o que faz o Amor; não posso dizer que me cegue, porque com os olhos da razão vejo tudo preto no branco, mas às vezes deixa-me fantasiar, e estas fantasias só prolongam o meu sofrimento.

Nada posso fazer quanto às minhas lembranças, porque são elas que me magoam, as imagens que criei de ti e os sentimentos que desenvolvi. Mas vou deixar de fazer um esforço para me lembrar do teu rosto, e vou deixar de ser refém da tua presença.

Vivemos na mesma localidade e eu ultimamente sinto-me refém no sentido em que evito frequentar certos sítios com receio de te encontrar - No more!

Aquela é a minha casa, a terra onde nasci e cresci. Não me vou andar a esconder pelos cantos com medo da minha sombra porque eu não devo nada a ninguém muito menos a ti.

Se nos encontrarmos e me falares, oiço-te, se fingires que não me conheces farei o mesmo.

Malesh....

 

 

sinto-me:
tags:
vivido por umdiadepoisdooutro às 09:27
link do post | diz lá... | favorito
|
Terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

15 de Outubro 2009

Incrível como já passaram dois meses.

Passaram dois meses daquela que tu disseste não ser apenas uma saída, ser algo especial.

Lembro-me de estar super nervosa (afinal nunca tinha estado numa recepçã oficial, muito menos dum país árabe).

Lembro-me de cumprimentar em fila; de me terem convidado a acompanhar-te numa próxima viagem para não ires sózinho.

Lembro-me das iguarias que experimentei, e de como andávamos pela sala num clima de total cumplicidade; em como me apresentás-te os teus colegas e o teu Director (estava também nervosa em relação a isso).

Lembro-me do que nos rimos da cena da despedida.

Voltámos juntos para a tua casa; no outro dia fui levar-te ao trabalho. A seguir foi o fim-de-semana que passámos juntos e depois o desparecimento total.

Há dois meses que não te vejo nem falo contigo.

Sinto falta das conversas que tinhamos.

Mas sempre que penso nisto tenho de me relembrar em como afinal tudo o que vivemos foi uma grande mentira. Ou melhor, eu vivi intensamente e tu mentiste o tempo todo.

Tu dizias muitas vezes que eu fazia muitos filmes na minha cabeça, quando às vezes te colocava uma ou outra questão (a tal intuição feminina); afinal o filme era bem mais elaborado do que aquele que eu alguma vez supús.

Tu sempre soubeste e sentis-te que eu te amava. Sabia-te bem. Como é que tratas com tanto desprezo alguém que só te deu amor?

Nunca me vais dizer porquê, pois não?

 

 

 

vivido por umdiadepoisdooutro às 22:05
link do post | diz lá... | ver comentários (2) | favorito
|

"Mama do" - Pixie Lott

Gosto desta música!!!

 

 

sinto-me:
vivido por umdiadepoisdooutro às 14:49
link do post | diz lá... | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009

?!?

 

Thinking Of You"

Comparisons are easily done
Once you've had a taste of perfection
Like an apple hanging from a tree
I picked the ripest one
I still got the seed

You said move on
Where do I go
I guess second best
Is all I will know

Cause when I'm with him
I am thinking of you
Thinking of you
What you would do if
You were the one
Who was spending the night
Oh I wish that I
Was looking into your eyes

You're like an Indian summer
In the middle of winter
Like a hard candy
With a surprise center
How do I get better
Once I've had the best
You said there's
Tons of fish in the water
So the waters I will test

He kissed my lips
I taste your mouth
He pulled me in
I was disgusted with myself

Cause when I'm with him
I am thinking of you
Thinking of you
What you would do if
You were the one
Who was spending the night
Oh I wish that I
Was looking into...

You're the best
And yes I do regret
How I could let myself
Let you go
Now the lesson's learned
I touched it I was burned
Oh I think you should know

Cause when I'm with him
I am thinking of you
Thinking of you
What you would do if
You were the one
Who was spending the night
Oh I wish that I
Was looking into your eyes
Looking into your eyes
Looking into your eyes
Oh won't you walk through
And bust in the door
And take me away
Oh no more mistakes
Cause in your eyes I'd like to stay...

 

sinto-me:
vivido por umdiadepoisdooutro às 15:45
link do post | diz lá... | favorito
|

mais sobre mim

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Dias recentes

"Clássico"

...

...

Por aqui...

Natal é...

Rendi-me!

reflexões

não te quero largar mais....

Férias...

Livros

Dias passados

Dezembro 2015

Outubro 2013

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

tags

todas as tags

favoritos

Um escândalo digno dos ta...

Memórias dos Pantufinhas ...

Em nome do Pai...

Sobreviver aos primeiros ...

Manual da Mulher Resolvid...

Testemunhos XXII

Como os empregos

Nudez

Adeus

Coisas do amor

Outras visões do mesmo Mundo

Os que acompanham os meus dias

Free Counter
Free Counter
blogs SAPO

subscrever feeds